Tel.: (71) 3217-8600 / e-mail: ouvidoriahs@prodalsaude.com.br

HS integra Lean nas Emergências, executado pelo Sírio-Libanês

Time Lean do HS, junto com os especialistas do Sírio-Libanês

O Hospital do Subúrbio recebeu, nos dias 12 e 13 de novembro, representantes do Hospital Sírio-Libanês que vieram conversar com a equipe gestora do HS sobre o Projeto Lean nas Emergências, iniciativa do Ministério da Saúde por meio do PROADI/SUS e executado pelo Sírio-Libanês. O HS foi um dos 20 hospitais selecionados para participar do segundo ciclo do projeto, que envolve todas as áreas da unidade de saúde contemplada, desde a porta de entrada até a saída do paciente. O objetivo do projeto é reduzir a superlotação nas urgências e emergências de hospitais públicos e filantrópicos, promovendo excelência operacional nas emergências do SUS.
Um dupla formada pela administradora Taiana Galderice e pelo médico Cristiano Ribeiro estará à frente da aplicação do projeto no HS, treinando a equipe até abril de 2019 para que seja colocada em prática a metologia Lean, de origem japonesa, que na área da saúde prega a otimização de processos. Essa é a primeira visita de uma série de 10 que serão realizadas no hospital no período de seis meses, quando serão observadas melhorias nos processos internos.

Taiana Galderice apresentou o projeto e diagnóstico de desempenho

Durante a visita, a dupla do Sírio-Libanês apresentou diagnóstico de desempenho operacional do HS, com análise de indicadores. Também foi apresentada a forma de trabalho a ser implementada , com foco na redução de desperdícios e otimização de recursos. Dados referentes aos resultados alcançados no primeiro ciclo do projeto Lean, que contou com 10 unidades hospitalares participantes, também foram exibidos. A redução significativa do chamado “tempo porta-médico” e do tempo de passagem dos pacientes dentro das emergências, bem como a diminuição no tempo de permanência do paciente internado, foram alguns dos avanços obtidos após a implementação do Lean nas Emergências.

Equipe do HS esteve atenta na primeira visita

A administradora especialista em Lean, Taiana Galderice, ressaltou a importância do projeto ao oportunizar para unidades de saúde públicas que atendem pelo SUS a aquisação de conhecimento e a troca de experiências com instituições de excelência como o Hospital Sírio-Libanês, por meio do compartilhamento de seus métodos e técnicas. Para o diretor-técnico do HS, “essa é mais uma oportunidade de desenvolvimento de competências para a equipe técnico-assistencial do hospital, no sentido de promover o cuidado racional e seguro aos pacientes atendidos na instituição”.
O sistema Lean foi empregado inicialmente após a Segunda Guerra mundial, traduzido como “produção enxuta”, e utilizado em praticamente todos os setores produtivos. A partir da década de 90, começou a ser empregado na área da saúde, com impactos positivos. A expectativa é de que até 2020, 100 hospitais no Brasil sejam capacitados pelo projeto Lean nas Emergências.

Author Info

Rosana Cavalcanti