Tel.: (71) 3217-8600 / e-mail: ouvidoriahs@prodalsaude.com.br

Ação multidisciplinar sensibiliza para doação de sangue

Banner sobre doação de medula óssea, no refeitório

Setores do Hospital do Subúrbio (HS) receberam decoração comemorativa em homenagem ao Dia do Doador Voluntário de Sangue, celebrado em 25 de novembro. A ação, realizada um dia depois da data oficial, atingiu o refeitório, Emergência e Ambulatório, onde foram espalhados banners, além de ser distribuído material informativo nas unidades do hospital. No mesmo dia, a equipe multidisciplinar à frente da campanha falou sobre a doação de sangue a novos colaboradores do HS que participavam de Treinamento Introdutório, oportunidade em que são acolhidos e apresentados às normas e procedimentos internos da instituição.

Promovida para lembrar o Dia do Doador Voluntário de Sangue e estimular o ato entre colaboradores do HS, acompanhantes e visitantes, a atividade não foi um evento pontual do hospital, como destaca a assistente social Daniella Bonfim. A sensibilização vem ocorrendo semanalmente no Hospital do Subúrbio, como parte de uma estratégia permanente na abordagem do público durante os salões informativos que acontecem nas recepções principal e do Ambulatório. De agosto a outubro deste ano, quando ocorreram 29 salões informativos, 2.590 acompanhantes e visitantes foram orientados quanto à importância da doação de sangue, os critérios para doar, onde e como.

Cartaz chama a atenção para a importância da doação de sangue

“A doação é um processo de conscientização. A intenção do nosso trabalho é difundir a informação para que as pessoas se tornem mais sensíveis à causa do outro, principalmente em se tratando de um hospital de urgência e emergência”, explica Daniella Bonfim, que integra o Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) do HS, composto por profissionais dos setores de Recursos Humanos, Nutrição, Serviço Social, Tecnologia da Informação e Enfermagem.

Novos colaboradores junto à equipe multidisciplinar, após Introdutório

O trabalho de conscientização para a doação de sangue também aborda a dificuldade enfrentada pelos portadores de anemia falciforme, doença que se caracteriza por uma anormalidade na hemoglobina dos glóbulos vermelhos do sangue. Outro aspecto discutido é a doação de medula óssea, cujo cadastro no REDOME (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea) pode ser feito em um hemocentro, por meio do preenchimento de uma ficha com dados pessoais, assinatura de termo de consentimento e coleta de uma pequena quantidade de sangue (10 ml).

O HS conta, nas suas instalações, com um posto da Hemoba. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h às 16h30.

Author Info

Rosana Cavalcanti