Tel.: (71) 3217-8600 / e-mail: ouvidoriahs@prodalsaude.com.br

O setor de Tecnologia da Informação (TI) é responsável pelo desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas que dão apoio à gestão administrativa e à assistência ao paciente. Também é de sua responsabilidade a manutenção e atualização dos ativos de tecnologia e infraestrutura de comunicação, de forma a garantir os recursos apropriados ao Hospital do Subúrbio (HS). A equipe de TI realiza atendimento ininterrupto ao HS.

Através do uso de sistemas próprios, os colaboradores do hospital registram toda a assistência ao paciente, assim como os processos administrativos. Os dados então passam a ser processados e utilizados para fornecer informações gerenciais através de sistemas de apoio à decisão, o que permite à gestão identificar melhorias que são devidamente discutidas, planejadas, implantadas e monitoradas.

Alguns dos sistemas desenvolvidos pela equipe de TI do HS são:

  • Promédica Gestão Hospitalar: Sistema de Informação Hospitalar que apoia toda a assistência ao paciente e gestão administrativa do hospital;
  • HS Agora: o qual está disponível na App Store e Play Store, podendo ser utilizado, não só pelos gestores, mas também pelos usuários do Sistema Único de Saúde para obter, em tempo real, informações do fluxo de atendimento e indicadores hospitalares;
  • Portal TI: Sistema de gestão em Tecnologia da Informação.

A TI também exerce papel fundamental no desenvolvimento de ferramentas que apoiam o acompanhamento do contrato da Prodal Saúde com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, através do entendimento das necessidades e elaboração de soluções que reflitam os indicadores qualitativos e quantitativos nos processos hospitalares. Nesse âmbito, a TI interage diretamente com os processos estratégicos (Emergência, Centro Cirúrgico, Internação e Unidades de Terapia Intensiva) para que haja a coerência da solução com os processos e para que haja a melhoria da eficiência desses processos. Os indicadores contratuais informatizados são mensalmente e trimestralmente submetidos à análise do Verificador Independente, o qual valida a conformidade e consistências dos dados verificados com os processos hospitalares.