Tel.: (71) 3217-8600 / e-mail: ouvidoriahs@prodalsaude.com.br

O setor de Engenharia Clínica trata da gestão de equipamentos, sendo responsável pela manutenção preventiva, calibragem e guarda dos aparelhos médicos, além da adequação do espaço físico às necessidades do hospital. Os profissionais da área garantem a manutenção do parque instalado, levantando as necessidades, realizando o recebimento e a distribuição de equipamentos. O objetivo é garantir o correto funcionamento das instalações e equipamentos biomédicos para utilização por pacientes e profissionais de saúde.

A engenharia clínica está voltada tanto para os aspectos biomédicos como institucionais, garantindo segurança, eficácia, economia, e agregando as necessidades das diversas áreas do hospital. Atua em conjunto com os diferentes setores, já que possui função relevante e estratégica no desempenho global de uma unidade hospitalar.

A Engenharia Clínica do Hospital do Subúrbio trabalha para propiciar um ambiente funcional seguro, maximizando a qualidade da manutenção de todos os equipamentos e espaços, registrando esses processos com toda a documentação requerida, respeitando o agendamento das atividades e seguindo as recomendações normativas da Vigilância Sanitária, bem como da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, no que se refere à gestão de tecnologia em saúde.

Ao prever ou agir antes que eventuais problemas aconteçam, e ao administrar todo o “parque tecnológico de saúde” do hospital, a equipe de Engenharia Clínica confere qualidade e eficiência aos exames, contribuindo para a melhoria nos cuidados dispensados ao paciente. Dentre as suas diversas atribuições estão o controle dos equipamentos médico-hospitalares e seus componentes e dos contratos de manutenção preventiva ou corretiva; o auxílio na aquisição e aceitação de novas tecnologias; o treinamento de pessoal para operação dos equipamentos; a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos médico-hospitalares e cirúrgicos, com seus respectivos acessórios; e a fixação de medidas de controle e segurança do ambiente hospitalar, no que se refere aos equipamentos médico-hospitalares.