Tel.: (71) 3217-8600 / e-mail: ouvidoriahs@prodalsaude.com.br

A HumanizaSUS – Política Nacional de Humanização da atenção e gestão no Sistema Único de Saúde – traz em seu bojo princípios norteadores que compõem a base do modelo de assistência adotado pelo Hospital do Subúrbio (HS). Partindo da ideia de que humanizar é valorizar os diferentes sujeitos que participam do processo de produção de saúde (usuários, trabalhadores e gestores), o HS reconhece a importância de estabelecer vínculos solidários e respeitosos entre todos e permitir a participação coletiva no processo de gestão.

Atitudes e ações humanizadoras incluem o compromisso com a ambiência para oferecer condições de trabalho e de atendimento adequadas. Também implicam em desenvolver um olhar apurado, atento e sensível às necessidades dos cidadãos, bem como aos desejos e interesses dos sujeitos protagonistas das ações de saúde, sejam usuários, trabalhadores ou gestores. Ao implantar e atender à política de humanização, o HS mostra que investe na qualificação de seus profissionais, na interação entre eles e os usuários, e no preparo para lidar com a dimensão subjetiva que se traduz em necessidades específicas de seus pacientes.

Em consonância com a Política Nacional de Humanização (PNH) e por entender que a dimensão subjetiva e social deve ser valorizada nas práticas de gestão e atenção ao usuário, o Hospital do Subúrbio implantou o seu Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), que tem caráter multiprofissional. O grupo atua como uma instância de discussão da dinâmica das equipes de trabalho, das relações estabelecidas entre trabalhadores de saúde e usuários, e é responsável pelas ações de educação permanente relacionadas à humanização da atenção. O objetivo é intervir na melhoria dos processos de trabalho e na qualidade da produção de saúde para todos.

Como parte de sua gestão humanizada, o hospital promove diversas ações para melhorar a vida de quem está na unidade. Na Enfermaria Pediátrica, conta com uma brinquedoteca, onde crianças têm acesso a jogos, exibição de filmes infantis de cunho educativo e de entretenimento, e brinquedos adequados a faixas etárias distintas. Em datas comemorativas, a equipe multidisciplinar do hospital promove ações na enfermaria, proporcionando momentos de descontração a pacientes, acompanhantes e visitantes.

Os colaboradores do HS e pacientes desfrutam de um Espaço de Convivência ao ar livre, onde encontram bancos e mesas protegidas por sombreiros, local em que se divertem com jogos, música e rodas de conversa. Nas salas de espera são feitas orientações quanto a doenças, prevenções e campanhas de calendário da saúde.

A música também é uma aliada na promoção de bem-estar tanto aos pacientes, seus acompanhantes e visitantes quanto aos colaboradores do hospital, que lidam diretamente com o sentimento de fragilidade e o sofrimento que naturalmente se fazem presentes no ambiente hospitalar. Pensando em proporcionar conforto e paz a esse público, o HS criou o projeto Cantando a Esperança, que leva canções em voz e violão, ao vivo, duas vezes por semana, às unidades de internação e UTIs.

PROJETO CANTANDO A ESPERANÇA